Matérias Legislativas

 

Moção de Aplauso: 004/2017

Data: 10/03/2017

Resumo

Moção de Aplauso pelo aniversário de quarenta anos de fundação da E.E.M. Ricardo de Sousa Neves em Marco

Justificativa

Como breve esboço da trajetória de atuação da E.E.M. Ricardo de Sousa Neves em Marco, a partir de sua fundação, pode-se dizer que as boas relações políticas nas décadas de 1973 e 1974 entre o então Deputado Estadual Francisco Neves Osterno (Senhor Toba Osterno) e o Senhor Governador do Estado, Adauto Bezerra, culminaram na construção da Escola, ora denominada Escola de 1º Grau Ricardo de Sousa Neves, por meio da aprovação de Projeto para liberação de verba necessária, tendo início em aproximadamente entre os anos de 1973 e 1974, durante a gestão do Prefeito Raimundo Neiva Neves, tendo sido concluída e inaugurada em 1977, no dia 10 de março, na gestão do Prefeito Guy Neves Osterno. A escola recebeu o nome em homenagem ao avô do Prefeito Raimundo Neiva Neves, detentor do mesmo. No ano de 2000, ocorreu o reconhecimento do Ensino Médio. A escola recebeu os seguintes nomes no decorrer de sua trajetória: Escola de 1º Grau Ricardo de Sousa Neves - 1982; Escola de 1º e 2º Graus Ricardo de Sousa Neves - 1993; Escola de Ensino Fundamental e Médio Ricardo de Sousa Neves - 2001; e, Escola de Ensino Médio Ricardo de Sousa Neves - 2006. Seu primeiro gestor foi a Senhora Eliane Maria Neves, como diretora, tendo, como vice-diretora, a Senhora Expedita Luana Pontes Neves, ocorrendo entre 1977 e 1988, tendo como corpo docente vinte professores, com as modalidades Pré-Escolar, 1ª a 4ª séries e 5ª a 8ª séries, com a escola, como papel social, possuindo as seguintes características marcantes, segundo os funcionários da época, a postura solidária, atendimento à população carente das proximidades da escola, campanhas realizadas para beneficiar a comunidade escolar, credibilidade da escola perante a comunidade e eventos feitos para atrair a visitação dos pais ao estabelecimento de ensino. Com a segunda diretora, Luana Pontes (1989-1990), eleita por indicação dos políticos em exercício, o foco era trazer a família para a escola, tendo, a mesma, sido homenageada no ano 2000 com a criação do Grêmio Estudantil Luana Pontes. A terceira diretora, assim intitulada por indicação, que contribuiu nessa construção, foi Ângela Neves (1991- 1995). Sua atuação foi marcada pela ampliação da estrutura da escola de 04 para 06 salas de aula, alteração da nomenclatura para Escola de 1º e 2º Graus Ricardo de Sousa Neves, Associação de Pais e Mestres (APM), primeiras ações de implementação do Grêmio Estudantil e primeiras construções do Projeto Político Pedagógico. Socorro Pontes atuou como diretora entre (1996-1998), através do primeiro processo eleitoral para gestor, com o lema “Gestão partilhada faz a escola funcionar melhor”. Sua gestão foi marcada pela criação dos colegiados Associação de Pais e Comunidade (APC), Conselho Escolar e Grêmio Estudantil, ampliação de 02 salas de aula, gestão democrática, modelo para as escolas do municípios e região, relação Escola-Igreja: acompanhamento e celebração do calendário litúrgico, criação da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação - CREDE 03 Acaraú, elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP), Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE) e professores encaminhados no Ensino Superior. O quinto diretor foi Ivan Jovino (1999-2001e 2002-2005), porém suas primeiras experiências na gestão foram em 1983, na função de coordenador. Em 1990, foi indicado para ser diretor, mas não aceitou, por questões pessoais. Em 2001, venceu o 2º processo eleitoral para gestor. Sua gestão foi marcada pelo surgimento dos ANEXOS - Panacuí, Mocambo, Triângulo, Pereiras, Baixa do Meio e Santa Rosa, levando o ensino médio às localidades, apoio significativo na atuação do grêmio estudantil, quadra coberta por meio da doação da empresa Aço Cearense, do conterrâneo José Vilmar; Quadra de Areia Dr. André Montenegro de Holanda, denominação de Escola de Ensino Fundamental e Médio Ricardo de Sousa Neves, arborização da escola, construção da entrada coberta da escola, ampliação de 03 salas de aula, centro de multimeios, reforma dos banheiros e pracinha dos ex-alunos. A sexta diretora foi Ângela Neves (2006-2008), com o lema “Gestão Online: uma visão para o futuro”, trazendo o Laboratório de Ciências, reforma dos banheiros, ampliação de duas salas, Projeto 5 S, e denominação Escola de Ensino Médio Ricardo de Sousa Neves, com uma gestão focada na melhoria do ensino. O sétimo diretor foi Marcos Chaves (2009-2012), com o lema “Gestão de Portas Abertas”, eleito pelo 5º processo eleitoral para gestor. Teve uma gestão marcada pela construção do refeitório, da sala dos professores, da praça, das instalações do LIE e reforma da cantina e área administrativa, Implementação do Projeto Professor Diretor de Turma (PPDT) em todas as turmas, pioneiro na CREDE 03, Criação do AIA - Atendimento Individual ao Aluno, Ensino Específico para SPAECE - Produção científica, Revitalização da Feira de Ciência com foco na pesquisa - produção científica enviada para FEBRACE, Aulões aos sábados (UVA/ENEM), simulados premiados, salas climatizadas e acompanhamento pedagógico. Não concluiu seu mandato por conta de afastamento das atividades para da candidatura ao cargo de Vereador, retornando à gestão o Senhor Ivan Jovino (Diretor interino), de 2012 ao 1º semestre de 2013, que assumiu a licença do Marcos Chaves. Atuou como coordenador de disciplina e, mesmo com aposentadoria autorizada, continuou com prestação de serviço latente na escola. No segundo semestre de 2013, foi eleito no 6º processo eleitoral o diretor Ferreira de Sena, com o lema “Gestão construindo o sucesso: um trabalho de ações, não de desculpas”. Professor de Física, assumiu como Coordenador da Área das Ciências Humanas e suas Tecnologias, teve atuação efetiva no Conselho Escolar, tendo maiores desafios da sua gestão: ascensão dos indicadores escolares, metas em construção e ruptura com os moldes escolares das gestões passadas. Buscou o desenvolvimento do perfil do colaborador proativo. Construções: Início da reforma da quadra esportiva, instalação de roteadores distribuídos nos ambientes da escola, instalação do sistema de segurança - câmeras e construção do estacionamento coberto - 2ª etapa. Em 2016, foi eleito o atual diretor, Eleglaystone Robson Silva, com o lema “Gestão democrática primando pela qualidade do ensino”, tendo como principal característica a disciplina na escola. Diversos projetos já foram e/ou estão sendo desenvolvidos, como: Aulões ENEM, Superação: revitalização de ambiente dentro da escola (horto, pomar, jardinagem, sala de aulas, 30 ventiladores), construção do depósito da merenda, pintura da escola, cisterna, licitação aprovada para a construção de uma caixa d’água, subestação para sanar o problema de queda de energia e a construção e inauguração da Gruta Nossa Senhora da Conceição.
Por meio da Moção de Aplauso, a Câmara Municipal estará prestando reconhecimento pelos anos de serviço gastos pela Instituição no Município, na formação acadêmica e cidadã dos munícipes.
Este Vereador parabeniza a E.E.M. Ricardo de Sousa Neves, pela passagem do aniversário de quarenta anos de fundação, solicitando, por meio da presente Moção de Aplauso, que a mesma seja entregue em mãos, ao Senhor Diretor da Instituição de Ensino, em Sessão Ordinária da Casa Legislativa.

Uma vez aprovada a matéria, solicito da Casa que seja dado conhecimento, por meio de Ofício, à diretoria da Escola.

Autor

Nome
SOCORRO OSTERNO NEVES

Subscritor

Nome
ANTÔNIO ADEMAR ALENCAR NETO
INÁ MARIA MACÊDO OSTERNO
MANUEL FREDNEY RIOS

Tramitação da matéria

Número da sessão Exercício da sessão Tipo da sessão Data da sessão Expediente Fase Situação
005 2017 Ordinária 13/03/2017 Pequeno Expediente Leitura Em Tramitação
006 2017 Ordinária 20/03/2017 Ordem do dia 1º Turno de Votação Aprovada
Voltar    

Câmara Municipal de Marco

Localização

Rua Rios, S/N
Centro - 62.560-000
Marco - CE
ouvidoria@cmm.ce.gov.br

Redes Sociais